Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Baixe gratuitamente este estudo na versão PDF version, otimizada para seu leitor ebook/ tablet/ desktop ou smartphone Edição em PDF

Um olhar direto em algumas "palavras duras" de Jesus

É incrível, mas em muitas igrejas no ocidente ouvimos tão pouco a respeito do que o próprio Senhor nos ensinou, especialmente do que muitos consideram como “palavras duras.” No entanto, estas palavras são duras, apenas se tentarmos explicá-las sob o ponto de vista de uma doutrina que quer a salvação como resultado de uma fé estática, e não viva e continuada. Uma fé que foi professada uma única vez num passado distante, sem a necessidade de produzir frutos. Então realmente, estas palavras são muito duras e difíceis de entender. Entretanto, se nos abstivermos daquela visão doutrinária, as palavras do Senhor tornam-se MUITO claras e óbvias.

Antes de prosseguirmos a respeito do que o Senhor nos fala, eu preciso dizer que alguns tem reduzido as Palavras do Senhor utilizando a teoria de que tais passagens não se referem a nós, mas aos judeus que viviam sob a lei. Assim sendo, eles classificam as palavras de Deus como um pouco superior ao Antigo Testamento, e de todo modo não tão relevante quanto as outras epístolas, criando assim uma antítese artificial entre aquilo que o Senhor disse e o que os seus próprios discípulos disseram. Mas como veremos neste estudo não existe esta antítese. O que o Senhor disse e o que os Seus apóstolos disseram está em perfeita harmonia. No entanto, para aqueles que estão mais familiarizados com este tipo de visão, eu analisarei esta questão mais detalhadamente no segundo apêndice deste estudo, demonstrando porque creio que são argumentos inválidos. Mas agora vamos continuar com o que o Senhor disse.

Próxima seção: A Parábola do Servo Infiel

 

Autor: Anastasios Kioulachoglou