Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Os meios e as formas de tentação (PDF) Edição em PDF

Os meios e as formas de tentação

1. Tentações que vêm através de pessoas que se opõem a Deus e Sua Palavra

Jesus e seus discípulos muitas vezes enfrentaram cara a cara com este tipo de tentação e provação interpretadas de formas equivocadas :

Mateus 16:1
“E, chegando-se os fariseus e os saduceus, para o tentarem, pediram-lhe que lhes mostrasse algum sinal do céu.”

Mateus 19:3
“Então chegaram ao pé dele os fariseus, tentando-o, e dizendo-lhe: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?”

Mateus 22:18
“Jesus, porém, conhecendo a sua malícia, disse: Por que me experimentais, hipócritas?”

Mateus 22:35
“E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo:”

Marcos 8:11
“E saíram os fariseus, e começaram a disputar com ele, pedindo-lhe, para o tentarem, um sinal do céu.”

Marcos 10:2
“E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher?”

Marcos 12:13-15
“E enviaram-lhe alguns dos fariseus e dos herodianos, para que o apanhassem nalguma palavra. E, chegando eles, disseram-lhe: Mestre, sabemos que és homem de verdade, e de ninguém se te dá, porque não olhas à aparência dos homens, antes com verdade ensinas o caminho de Deus; é lícito dar o tributo a César, ou não? Daremos, ou não daremos? Então ele, conhecendo a sua hipocrisia, disse-lhes: Por que me tentais? Trazei-me uma moeda, para que a veja.”

Lucas 11:15-16
“Mas alguns deles diziam: Ele expulsa os demônios por Belzebu, príncipe dos demônios. E outros, tentando-o, pediam-lhe um sinal do céu.”

João 8:3-6
“E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar.”

Atos 20:19
“Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram;

1 Pedro 4:12-13
“Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse; Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis.”

Como vemos nessas passagens, um meio pelo qual o demônio tenta/experimenta o povo de Deus é através de outras pessoas e através de perseguição e aflição para a Palavra de Deus. Vamos examinar como lidar com este tipo de tentação, mais adiante neste artigo. Mas primeiro vamos ver as outras formas que uma tentação pode ter.

2. Tentações que vêm através da própria concupiscência

Os desejos da carne é outra maneira pela qual alguém pode ser tentado:

Tiago 1:13-14
“Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.”

1 Timóteo 6:9
“Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.”

Nesta categoria, a fonte de tentação é a própria concupiscência de um homem, ou seja, os desejos do velho homem que se perpetuam, como por exemplo, o desejo de ser rico. Observe o definido nas passagens acima: essas passagens não dizem que quando você está atraído e seduzido por suas próprias concupiscências você talvez caia em tentação. Não! O que elas dizem é que você vai, definitivamente, ser tentado. Da mesma forma que elas não dizem que, se você deseja ser rico você pode, talvez, cair em uma armadilha. Não! O que eles dizem é que você vai, certamente, cair em uma armadilha, a mesma armadilha que afoga os homens na ruína e perdição! Como Paulo também nos diz:

Gálatas 5:17
“Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.”

Romanos 8:7
Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.

Nas tentações dessa categoria somos nós que decidimos entrar, atraídos e seduzidos pela nossa carne, o velho homem. O resultado? Mais uma vez vamos manter o alto volume da Escritura: a destruição do pecado, perdição, e morte. Continuar com os desejos do velho homem é um assunto muito sério e tem conseqüências das mais graves. Não vamos nos iludir, pensando talvez que, por sermos salvos pela graça, isto significa que agora estamos livres para ir em frente e seguir os desejos do homem velho e de alguma forma escapar das consequências. Gálatas 6:7-8 nos diz:

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.

O que devemos fazer então? A Palavra é outra vez muito clara:

Romanos 13:11-14
“E isto digo, conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé.A noite é passada, e o dia é chegado. Rejeitemos, pois, as obras das trevas, e vistamo-nos das armas da luz. Andemos honestamente, como de dia; não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja. Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências.

Efésios 4:20-24
“Mas vós não aprendestes assim a Cristo, se é que o tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus; Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; E vos renoveis no espírito da vossa mente; E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.

2 Coríntios 10:3-5
“as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se evanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;

E Provérbios 4:23
Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.

Em todas estas passagens a principal parte agindo não é Deus, mas nós. Somos nós que somos chamados a nos desfazermos do homem velho e substituí-lo pelo novo. Somos nós que somos chamados a renovar nossa mente e somos nós que somos chamados para proteger o nosso coração com toda a diligência. Sim, sem a ajuda de Deus não há muito que podemos fazer. Mas a ajuda de Deus vem para aqueles que estão dispostos a segui-Lo. Não nos enganemos a nós mesmos que de alguma forma seremos cristãos frutíferos, enquanto ao mesmo tempo, nossos corações e mentes irem atrás dos desejos do velho homem. Isso não é possível! Na verdade, é certo. Ou é aquele (Deus) ou o outro (o mundo). A mistura não vai funcionar!

3. Tentação vinda diretamente do diabo

Em Mateus 4:1-11 encontramos o diabo falando diretamente a Jesus. Mas como ele fez isso? A resposta está no espírito, por "revelação", por assim dizer. Gostaria de dedicar algum tempo a esta categoria, pois, devido à ignorância que existe, nós frequentemente vemos as pessoas atribuírem a Deus o que vem da terra espiritual. Mas não é assim. Eu costumava acreditar que, desde que eu sou um cristão o diabo não pode falar comigo. Mas ele pode - ele fez isso no caso de Jesus. Se decidirmos ignorar esta possibilidade e considerar tudo o que vem da terra espiritual como vindo de Deus, então estamos abrindo uma porta para o diabo para nos desviar, dando-nos informações falsas, o que acreditamos, porque pensamos que - uma vez que tão claramente vem da terra espiritual - vem de Deus. Empiricamente tenho observado isso acontecer quando as pessoas se fixam por alguma coisa, elas se fixam tanto por algo que quando eles oram por isso eles podem ouvir somente a resposta que eles querem. Em outras palavras, elas não são neutras, querendo fazer a vontade de Deus, qualquer que seja isso pode ser. Em contraste, eles só querem ter uma confirmação do que eles tanto desejam. Eles estão desejando alguma coisa, abrindo assim uma porta para o diabo para dar-lhes falsas informações "espirituais", que, quando seguidos os levará a grandes problemas. É por isso que você tem que julgar o que você recebe como informações espirituais com a Palavra. O que você supostamente ouviu do terreno espiritual se alinha com a Palavra de Deus, tanto em seu conteúdo e na forma como ele flui? Se não, você deve rejeitá-lo sem questionamento. Infelizmente muitos irmãos não verificam o que supostamente ouvem do terreno espiritual para ver se isso se enquadra com a Palavra. Por exemplo, eu tenho visto pessoas que dizem que são cristãos cometendo adultério, o divorciando de seus cônjuges cristãos e se casando com outros (que também dizem que são cristãos), e, como se tudo isso não bastasse, eles justificam suas ações dizendo que supostamente Deus disse-lhes para fazer isso! Poderia Deus dizer-lhes para fazer algo assim? NÃO! Como sabemos isso? Porque tal orientação seria inteiramente contrária à Palavra de Deus! O que realmente aconteceu, e a Palavra muito clara e abertamente explica isso, é que eles não prestaram atenção e foram atraídos pela sua própria concupiscência e seduzidos, abrindo assim a porta para o diabo. Se realmente alguém lhes disse para agir assim, não era Deus, mas o diabo. A Palavra de Deus é, portanto, a medida contra qualquer informação que vem do campo espiritual deve ser medida e avaliada. Jesus também fez isso quando ele usou a Palavra de Deus para lutar contra Satanás e suas tentações. Suas respostas foram todas iniciadas com “está escrito”.

Sobre a superioridade da Palavra de Deus contra qualquer "revelação", mesmo se trate vier em uma forma extraordinária, Paulo foi muito claro:

Gálatas 1:8
“Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.”

Mesmo que um anjo do céu - e obviamente, tal anjo seria um anjo caído, um anjo das trevas, como exatamente Satanás é - descesse e começasse a pregar-lhes um evangelho diferente daquele que Paulo, através da revelação de Jesus Cristo, recebeu e pregou a eles, este anjo seria amaldiçoado. Obter informações a partir do campo espiritual não é suficiente. Esta informação tem que vir também da fonte certa do terreno espiritual. Então é uma tentação e um ataque do diabo. E para conhecer a fonte da informação, você tem que avaliá-la contra a única medida válida: a medida da Palavra de Deus.

 

Anastasios Kioulachoglou