Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Mateus 6:25-34 (PDF) Edição em PDF

Mateus 6:25-34

Mateus 6:25-34 é mais uma passagem (veja também os artigos “Não estejais inquietos por coisa alguma” e “Lance sobre ele toda a vossa ansiedade” ) que aborda as questões que nos preocupam. Ali lemos:

Mateus 6:25-34
“Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos [Grego: "merimno" a mesma palavra com em Filipenses 4:6 e I Pedro 5:7] quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé? Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

Alimentos, água e roupas são alguns das nossas mais básicas necessidades físicas. No entanto, não somos os únicos que sabem disso. DEUS sabe disso também! É por isso que Ele nos diz, através do nosso Senhor Jesus Cristo: “Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? ..... de certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas1”. E se alguém pergunta o que devemos fazer em vez de nos preocuparmos, o versículo 33 nos diz: “buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. EM PRIMEIRO está Deus, Seu reino e sua justiça, e todas as outras coisas serão acrescentadas a nós. Como também Mateus 7:7-11 diz:

Mateus 7:7-11
“PEDI, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á. E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?”

Quem é aquele que encontra? Quem é aquele a que será aberta a porta? A quem Deus dará coisas boas? Para aqueles que lhe PEDIREM, para aqueles que batem Sua porta. Mais uma vez, portanto, assim como em I Pedro 5:7 aqui também a questão não é se Deus está disposto a agir e satisfazer as nossas necessidades, mas se NÓS vamos agir, não nos preocupando, mas por meio da oração (que é a nossa ação, mais que qualquer outra coisa que Deus pode nos dizer para fazer), lançando sobre ele toda a nossa ansiedade. É então Seu trabalho atuar, dando-nos o que nós oramos e ainda mais (Efésios 3:20), SE é claro o que oramos está de acordo com Sua vontade.

Anastasios Kioulachoglou

 



Notas de Rodapé

1. A passagem não diz "não orem", mas “não andei inquietos, pois vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas”. O ensino é contra as preocupações e não contra a oração que na verdade é o que é sugerido contra a preocupações (veja Filipenses 4:4-7, I Pedro 5:7 e Mateus 7:7-11).