Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Lições de Jonas (PDF) Edição em PDF

Lições de Jonas

Então, sobre o que foi o livro de Jonas? O cara que aproveitou a carona divertida na baleia? Vamos dar uma rápida olhada e descobrir. Os três primeiros versículos do livro de Jonas resumem muito bem a maior parte de toda a história:

“A palavra do Senhor veio a Jonas, filho de Amitai, com esta ordem: ‘Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença’. Mas Jonas fugiu da presença do Senhor, dirigindo-se para Társis. Desceu à cidade de Jope, onde encontrou um navio que se destinava àquele porto. Depois de pagar a passagem, embarcou para Társis, para fugir do Senhor.”

Durante uma tempestade, ele é jogado ao mar, morre, de alguma forma ainda consegue fazer antes uma oração, Deus reaviva Jonas e fala com ele de novo, repetindo suas palavras originais e, finalmente Jonas decide ir a Nínive, entrega a mensagem de destruição, os Ninivitas se arrependem e Deus os poupa.

Antecedentes: Jonas era um hebreu que temia a Deus. Nínive era uma cidade importante na Assíria. A época: cerca de 770 AC.

Há alguma coisa que lhe pareça incomum sobre a baleia... Que tal toda a história? Por que Jonas se recusa a ir? A oração no capítulo 2 (depois de ter sido atirado ao mar para morrer) não menciona nada sobre a sua tarefa. O que é que Deus quer que Jonas diga aos habitantes que ele passaria por tal experiência? Aqui está toda a mensagem a Nínive (Jonas 3:4):

"Daqui a quarenta dias Nínive será destruída".

Para mim, Estas 7 palavras não soam nem um pouco compassivas! Como as pessoas reagiram a isso? O versículo seguinte, Jonas 3:5, relata:

“Os ninivitas creram em Deus. Proclamaram um jejum, e todos eles, do maior ao menor, vestiram-se de pano de saco.”

Incrível! Mas então, por que Jonas ficou tão irritado em 4:1-2, embora os ninivitas tenham sido poupados do julgamento de Deus? Para descobrir, entre comigo em minha máquina do tempo, aperte o cinto e vamos avançar do livro de Jonas, ano 770 AC à latitude de 36 ° 20 '6 " N, à longitude de 43 ° 7' 8" E, 2011 (você pode achar isso no Google Maps!). Chegamos - o que você vê? Uma olhada rápida na informação fornecida revela que você está em um lugar chamado Mosul, no Iraque. Palavras-chave: Islã, sunitas, jihadismo radical (que significa terror, sangue e violência). Um dos lugares mais perigosos da face da terra. Agora imagine que Deus lhe o envie a um lugar para dizer às pessoas que coisas terríveis irão acontecer se eles não mudarem sua forma de vida e se voltarem para o Deus vivo. Quantas pessoas iriam realmente a este lugar? Assim como Jonas, eu prefiro um cruzeiro no Mediterrâneo (Társis é a Espanha de hoje)! O medo seria uma reação natural. Jonas estava cheio de medo? O que significava os assírios para ele? Os assírios eram inimigos dos israelitas, mas não é mencionado em nehum lugar que Jonas estava com medo. Mas eu posso muito bem imaginar que ele não queria ir porque não queria que os seus inimigos ficassem sabendo como evitar o julgamento de Deus. Ele simplesmente não se importava com eles. Mais tarde ele ainda entregou sua mensagem, os ninivitas se arrependeram e viveram. Com certeza isso não deixou Jonas feliz. Ele ficou frustrado, até mesmo deprimido com isto! Eu acho que a atitude de Jonas tinha a ver com racismo e preconceito, que os inimigos de Deus merecem julgamento. Em 2011, Jonas poderia dizer "bombistas homicidas devem ser bombardeados e não salvos”. O que você acha se em 2011, Deus o enviar para os muçulmanos no Iraque? O que Deus diz sobre toda esta questão? Deus quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade (1 Timóteo 2:4). E sobre os ninivitas em particular:

“Contudo, Nínive tem mais de cento e vinte mil pessoas que não sabem nem distinguir a mão direita da esquerda além de muitos rebanhos. Não deveria eu ter pena dessa grande cidade?" (Jonas 4:11)

João 3:16
“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito para que todo o que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Então, esse é "o mundo" e "todo aquele que crê" - os muçulmanos se qualificam? Se eles acreditarem na obra consumada de Jesus Cristo como filho de Deus, eles certamente se qualificam. Nós gostamos disso? Essa não é a questão. Deus os ama! O versículo chave é Jonas 4:2 b:

“Eu sabia que tu és Deus misericordioso e compassivo, muito paciente, cheio de amor e que prometes castigar, mas depois te arrependes.”

E Deus não muda (Malaquias 3:6).

Pergunto novamente, você estaria disposto a ir...? Você estaria disposto a fazer? Você estaria disposto a dizer...? Você estaria disposto a amar...? E tudo isso, apesar do medo, racismo e preconceito? Jesus disse: “Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem” (Mateus 5:44). Mais tarde, A Bíblia diz "No amor não há medo; ao contrário o perfeito amor expulsa o medo (1 João 4:18)”. Então, se nós amarmos nossos inimigos, não teremos medo deles - uma lição atemporal!

Antes da crucificação, Jesus sabia o que iria acontecer, é por isso que Ele disse a seus amigos em João 14:1:

“Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em mim.”

Também sabemos pela Bíblia que muita de coisa ruim vai acontecer nos últimos dias. Mas Deus também nos contou o final do livro para que possamos estar cientes, ser consolados e não deixar que nosso coração seja perturbado.

Senhor, faça-me disposto, dê-me coragem e dê-me compaixão – Amém!

Andrea Kioulachoglou

Português: Fabricia Lucena, Giulia Silva (Christian-translation.com)