Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Isaías 58 (PDF) Edição em PDF

Isaías 58

Eu li Isaías 58 muitas vezes durante os anos em que sou Cristão, e é certamente uma das minhas passagens favoritas. Contudo, ela nunca me diz isso de forma tão alta como o fez esta manhã. E é na verdade um capítulo ruidoso. Ele diz isso já no primeiro versículo:

Isaías 58:1
“Clama em voz alta, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados.”

Clama em voz alta!! Esta não é uma mensagem para ficar escondida em algum lugar. Esta é uma mensagem que deve ser dita em voz alta! É uma mensagem que deve ser ouvida como uma trombeta! Porque eu acredito que muitos de nós temos as mesmas questões que Israel tinha e que estão descritas nos primeiros três versículos do capítulo:

Isaías 58:1-3
“Clama em alta voz, não te detenhas; levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados. Todavia me procuram cada dia, tomam prazer em saber os meus caminhos, como um povo que pratica justiça, e não deixa o direito do seu Deus; perguntam-me pelos direitos da justiça, e têm prazer em se chegarem a Deus, dizendo: por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso? Por que afligimos as nossas almas, e tu não o sabes?"

Israel estava buscando Deus! Israel toma prazer em saber os caminhos do Senhor! Eles tomam prazer em se aproximar de Deus! Você sabe, este povo queria estar próximo de Deus! Eles queriam conhecer Deus cada vez mais! Eles jejuaram! Eles “afligiram suas almas”! E ainda... era como se Deus estivesse surdo diante de tudo isto! Era como se ele estivesse cego, congelado, não prestando atenção alguma ao que eles faziam e ao seu suposto grande interesse. Se eles existissem hoje, frequentariam igrejas, fariam seminários e atividades “ministeriais”. E ainda, Deus não os ouviria nem os veria! Nós já não ouvimos isto hoje, provavelmente em nossas próprias vidas? Nós podemos sentir falta de Deus de alguma forma. Nós tentamos nos aproximar Dele... através do jejum, através da busca por maiores conhecimentos, através do estudo, etc.... “Nós tomamos prazer em conhecer os seus caminhos”. Ainda, saber os caminhos de Deus não significa que nós conheçamos Deus, nem significa que nós caminhemos nestes caminhos! Jejuar ou tomar prazer em se aproximar de Deus não significa que nossos corações sejam necessariamente tocados. E é lá que a mudança deve acontecer. É lá onde o arrependimento e a transformação devem ocorrer. Renovação da mente (Romanos 12:2) significa renovação do coração. Conforme o Senhor nos diz em 1 Samuel 16:7:

I Samuel 16:7
“o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração.”

É para o coração o local onde o Senhor olha. Não é um ritual que temos que seguir para nos aproximarmos de Deus: levantar-se em tal horário, fazer isto ou aquilo, ir à igreja todo domingo, fazer este aquele trabalho ministerial. Isto não nos trará mais próximos de Deus, onde não há mudança alguma do coração. Se nós estivermos indo para a igreja, fizermos isto ou aquilo e tivermos muitas atividades, e ainda em nossa vida pessoal, em nossos corações, vivermos alguma coisa diferente, então o que quer que nós façamos não ajudará. Nós podemos muito bem chorar como os israelitas: “por que tu não atentas para isso?” E a razão é porque Ele não vê mentiras no coração. Aqui está o que Ele disse ao povo de Israel:

Isaías 58:3-5
“Eis que no dia em que jejuais achais o vosso próprio contentamento, e requereis todo o vosso trabalho.” Eis que contendas e debates jejuais, e para ferirdes com punho iníquo; não jejueis como hoje, para fazer ouvir a vossa voz no alto. Seria este o jejum que eu escolheria, que o homem um dia aflija a sua alma, que incline a sua cabeça como o junco, e estenda debaixo de si saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aprazível ao Senhor?”

Este povo estava jejuando mas naquele mesmo dia ele explorava os seus trabalhadores! Eles estavam jejuando e ainda assim eles estavam com contendas e debates jejuais! Eles estavam afligindo suas almas, suas cabeças se inclinavam como o junco, e estendiam debaixo de si saco e cinza, e ainda assim tinham o mesmo coração! Você sabe o que o Senhor disse? Isto não é um jejum!!! O jejum verdadeiro tem que ser feito com a mudança do coração! Fique tantos dias quanto você queira sem alimento... se o coração não mudar isso não faz sentido. Isto não significa que o jejum não importa de uma maneira geral. O que se quer dizer é que um jejum com um coração que não muda não tem valor. E assim o Senhor move-se adiante para dizer a Seu povo qual era o verdadeiro jejum:

Isaías 58:6-7
Porventura não é este o jejum que escolhi, que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo? Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?”

Veja, isto não é um estado de apatia. O que o Senhor descreve aqui é AÇÃO! Contudo, não ação em práticas religiosas, mas ação em justiça, em fazer o Seu desejo! Este não é o quadro de alguém que tenha estabelecido compromisso com o mundo e viva para si, cuidando não pelos outros. E ainda há muitas igrejas atendendo aos irmãos que fazem isto. Elas fazem suas responsabilidades religiosas ou ministeriais e assim elas pensam que estão justificadas para viver como elas gostam. Há muitos que vivem vidas duplas... uma vida com os externos (igreja, trabalho, etc.) e outra vida em sua casa. Há muitos que dizem “eu dou o meu dízimo, eu faço os meus “trabalhos ministeriais”, então eu não sei porque Deus tem problemas comigo”. A razão é que a despeito da realização das responsabilidades o coração não mudou. É necessário mudança do coração, é de fato necessário um coração humilde, para compartilhar o seu pão com os pobres e levá-los para a sua casa! É necessária uma mudança do coração para não fazer o que seria a coisa mais fácil de se fazer no mundo: ser indiferente. É necessária uma mudança do coração para afrouxar as amarras da iniquidade e desfazer os fardos. É necessária uma mudança do coração para nossas vozes serem ouvidas acima. Não é necessário mudar nossas práticas religiosas. É necessária a mudança do coração. E embora nada seja possível sem a ajuda de Deus, somos NÓS que no final somos responsáveis por isso. Somos NÓS que temos que tomar a decisão sobre qual caminho nós tomaremos. Somos Nós que tomaremos uma decisão e diremos "eu quero mudar". Então Deus nos ajudará. Deus não se moverá até a nossa área quando os nossos corações não o quiserem de verdade. “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós”, nós leremos em um minuto. Deus virá somente no momento em que nós verdadeiramente O queiramos em nosso coração. A Palavra de Deus diz em Tiago 4:

Tiago 4:1-10
“De onde vêm as guerras e pelejas entre nós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam? Cobiçais, e nada tendes; matais, e sois invejosos, e nada podeis alcançar; combateis e guerreais, e nada tendes, porque não pedis. Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: o Espírito que em nós habita tem ciúmes?” Antes, Ele dá maior graça. Portanto diz: “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.” Sujeitai-vos, pois, a Deus, Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus e Ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e vós de duplo ânimo, purificai os corações. Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; Converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e Ele vos exaltará.”

Você já pensou que isto não é dito às pessoas do mundo mas aos cristãos, para os irmãos e irmãs na fé (Tiago 1: 2-3)? Eles tiveram lutas, cobiça, guerra, inveja, assassinato, e podem ser os frutos terríveis da carne descritos em Gálatas 5: 19-21! Não se espante que eles não pudessem se aproximar de Deus. Você não pode esperar ter um coração imutável e ao mesmo tempo Deus chegar próximo de você, simplesmente porque você pode tomar prazer em conhecê-lo ou mesmo em se aproximar Dele. Não é suficiente tentar se aproximar Dele, estar feliz nos pensamentos dele. Não é suficiente ter boas intenções! Você necessita de fazer isso! Você necessita de mudança! Você necessita de parar de passar de um dia para o próximo, mas dar um passo e tomar uma decisão! A verdadeira abordagem de Deus vem somente quando o coração muda em relação a sua direção. Tiago não diz: “vá para a igreja mais frequentemente... comece mais algumas atividades... jejue por alguns dias e leia 4 capítulos da Palavra todo dia”. Ele não diz isso! Não porque estas coisas sejam erradas, ou maléficas, ou ruins. Ele não dá tais instruções porque tais instruções sozinhas não podem trazer você para mais próximo de Deus, quando o coração não muda! Em contraste aqui está o que ele, através do Espírito do Senhor, nos diz:

Tiago 4:7-10
Sujeitai-vos, pois, a Deus, Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus e Ele se chegará a vós. Alimpai as vossas mãos, pecadores; e vós, de duplo ânimo, purificai os corações. Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; Converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.

“Sujeitai-vos, pois, a Deus, Resisti ao diabo! Alimpai as vossas mãos, e isto não é uma limpeza física, mas relaciona-se ao que estas mãos têm feito... isto se relaciona com ações! Purificai os corações!! Não se diz: “Ficai como estais e Deus vos mudará!” Diz-se: VÓS purificai os corações. Somos NÓS que fazemos isso. Você quer ter um ótimo relacionamento com o Senhor? A questão é simples: Mudança de coração!

Retornando a Israel e Isaías, depois que o Senhor lhes disse o que fazer, Ele disse-lhes o que seguir se eles seguissem o que Ele dissera e mudassem seus corações:

Isaías 58:8-14
“Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda. Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniquamente; e se abrires a tua alma ao faminto, e fartares a alma aflita; então a luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia. E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam. E os que procederem edificarão as antigas ruínas; e levantarás os fundamentos de geração em geração; e chamar-te-ão reparador das torturas, e restaurador de veredas para morar. Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, então te deleitarás no Senhor, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do Senhor o disse.”

Você quer dizer “Deus” e ouvi-lo dizer “Eis-me aqui”? Você quer chamá-lo e ouvi-lo responder? A maneira é simples... faça o que Isaías 58 e Tiago 4 nos disseram de outra maneira:

perca as amarras da iniquidade;

desfaça os fardos pesados;

deixe o oprimido ficar livre;

quebre toda canga;

compartilhe o seu pão com o faminto;

traga para a sua casa os pobres que estão banidos;

quando você vir o nu, cubra-o;

não se esconda de sua própria carne;

tire a canga de seu meio, o apontar de dedo e o falar iníquo;

estenda sua alma para o faminto;

satisfaça a alma aflita;

Se o relacionamento com Deus não estiver vivo, se o relacionamento com Deus for pobre, se o relacionamento com Deus não for o que se costuma ser, há somente um simples remédio: o coração precisa de ser mudado. E isto é um serviço para você. Você tem que tomar a decisão para fazer isso. Deus quer isso mais do que qualquer coisa. Mas você tem que tomar a decisão para mudar. Deus não pode entrar em algo que você não decidiu fazer! Deus ajudará você, mas você precisa primeiro tomar a decisão para realmente chegar a isso. Deus quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade, mas é o homem que toma a decisão. Purificar o coração, mudar o coração, tomar a decisão para mudar e assim ficar, e você o chamará e Ele estará lá conforme Ele estava e estará ainda mais próximo do que você o tenha visto antes. Tão próximo que você não poderia nem sonhar! Isto não é uma suposição. Isto é a garantia, e o último versículo deste capítulo afirma isso, porque "a boca do Senhor o disse". Esta é a promessa Dele para você, isto é o que a Sua boca diz e isto é o que irá acontecer! O mesmo funciona no sentido contrário: você pode fazer todas as atividades religiosas que você queira, jejuar todo dia, ler e memorizar toda a Bíblia, ir a muitos seminários, etc. Mas nada acontecerá se você não mudar seu coração, porque o Senhor não se preocupa com o lado externo, mas com o interno, pelo coração! Ele quer ser amado lá, com todo o seu coração (Mateus 22:37)! Deixe os dias que passam serem os dias de transformação para todos nós.

Anastasios Kioulachoglou