Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Baixe gratuitamente este estudo na versão PDF version, otimizada para seu leitor ebook/ tablet/ desktop ou smartphone Edição em PDF

Hebreus 12:22-25: "Muito menos escaparemos nós, se nos desviarmos daquele que nos adverte lá dos céus"

Vamos agora para epístola de Hebreus, onde muitos avisos são encontrados Vamos começar lendo Hebreus 12:22-25:

“Mas tendes chegado ao Monte Sião, e a cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial, a miríades de anjos; e a Jesus, o mediador de um novo pacto, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel. Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles quando rejeitaram o que sobre a terra os advertia, muito menos escaparemos nós, se nos desviarmos daquele que nos adverte lá dos céus;

A epístola aos Hebreus, como todas as outras epístolas é endereçada a crentes. Quando o “vós” é utilizado, isto pode apenas se referir a crentes. E realmente, apenas a crentes poderia ser aplicada a seguinte frase: “Mas tendes chegado ao Monte Sião, e a cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial.” Nenhum incrédulo já viu ou verá a cidade do Deus Vivo, a menos, é claro, que ele se torne crente. O autor está claramente endereçando a mensagem a crentes. Então, usando o exemplo dos israelitas que pereceram, ele adverte a congregação, dizendo-lhes: “Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles quando rejeitaram o que sobre a terra os advertia, muito menos escaparemos nós, se nos desviarmos daquele que nos adverte lá dos céus;” Desta advertência, dois aspectos ficam novamente evidenciados:

i) um crente, alguém que chegou a cidade do Deus vivo, pode voltar atrás, pode recusar a Deus.

ii) se ele fizer isto, então a fé que ele teve um dia – mas que não mais possui – não o salvará realmente, fazendo-o escapar.

Também o exemplo dado nos diz: todos os israelitas começaram em consenso, juntos no mesmo propósito para chegar a terra prometida. Mas no caminho, praticamente todos, voltaram atrás, rejeitando a Deus e Seu plano. Deus permitiu que estes entrassem na terra prometida, a qual todos começaram a ir e para onde Deus os havia chamado a entrar? Não, Ele não permitiu. Aqueles que recusaram Deus no caminho, morreram no deserto. Esta não é uma analogia que eu dou, mas uma analogia que a Palavra de Deus dá para aqueles que decidem voltar atrás no caminho. Da mesma forma que os israelitas, que voltaram atrás e não entraram na terra prometida, assim também nós, embora tenhamos sido chamados à vida eterna, não escaparemos e não entraremos na Reino prometido se, no caminho voltarmos contra Deus.

Próxima seção: Hebreus 4:1-3, 9-12: "procuremos diligentemente entrar no descanso de Deus"

 

Autor: Anastasios Kioulachoglou