Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Graça e obras (PDF) Edição em PDF

Graça e obras

A palavra “graça” usada na Bíblia é uma tradução da palavra grega “charis”. “Charis” significa “recebimento imerecido de graça”. Na Bíblia, significa “favor imerecido de Deus”. É muito importante ter um entendimento correto da palavra “graça” como muitas vezes as pessoas frequentemente confundem graça com obras. Contudo, graça e obras são coisas inteiramente diferentes. Romanos 4:4 nos diz:

Romanos 4:4
“Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida.”

O que esta passagem nos diz é que quando alguém trabalha para algo, o que ele recebe de volta é uma recompensa pelo seu trabalho. Esta recompensa, portanto, não é dada a ele por graça, como um presente, porque ele trabalhou por isso, e assim mereceu isso. Da mesma forma, quando a Palavra de Deus diz que algo foi dado para nós pela graça significa que foi dado para nós como um presente, como algo pelo qual nós não nos qualificamos e pelo qual não trabalhamos. Está claro, portanto, que algo ou será conquistado por obras ou será dado pela graça. Não pode ser tanto por obras e pela graça ao mesmo tempo. Dificuldades em entender e aceitar este fato leva muitos cristãos a tentarem alcançar pelas obras o que eles já têm pela graça ao invés de apreciar o que já têm e então utilizarem isso para construir sua comunhão com Deus.

Outra passagem que mostra claramente que graça e obras são coisas completamente diferentes é Romanos 11:6. Lá nos lemos:

Romanos 11:6
Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça.”

Mais uma vez, esta passagem nos explica o que já vimos: se algo é conquistado por obras então não poderia ser pela graça, pois caso contrário “a graça já não é graça”!!! Quão clara e pura é a Palavra de Deus. Muitos de nós quando vamos a Palavra de Deus, pensamos que o que nós lemos tem que significar algo diferente do que é dito! Nós precisamos entender que a Palavra de Deus quer dizer o que diz e diz o que quer dizer. É nossa recusa em aceitar o que Palavra de Deus diz que produz todas essas ideias estranhas que dom quer dizer recompensa e graça quer dizer obras. Nós vamos a Palavra de Deus com a ideia preconcebida que nós devemos fazer algo para conseguir uma posição correta diante de Deus e quando vemos que a Palavra de Deus diz que esta posição correta foi concedida para nós pela graça, através das realizações do Senhor Jesus Cristo, sobre a condição da nossa fé, então nós nos preocupamos com o que está errado com a Palavra. Mas, nós devemos perguntar o que está errado com nossas ideias preconcebidas. Quando você vai a Palavra de Deus você nunca deve ir com quaisquer ideias preconcebidas. Você deve ir com a intenção de ajustar suas ideias a Bíblia e não a Bíblia se adaptar a suas ideias preconcebidas. Com relação ao tema da salvação e justiça, e vendo a confusão que abunda sobre ela, não é de admirar que Deus deu tal atenção especial para nos dizer que quando Ele diz graça Ele quer dizer graça e não obras!

Agora, isto significa que Deus não quer que nós façamos boas obras? Claro que não! Na verdade, Ele nos criou para as boas obras e Ele já as tinha preparado para nós (Efésios 2:10). Contudo, o que eu quero mostrar aqui é que nós começamos como justos e salvos, e como nós crescemos em nossa comunhão com Deus, as obras vêm como fruto desta comunhão. Estas não são as obras que nós nos predeterminamos a fazer para Deus, mas as obras que “DEUS preparou” (Efésios 2:10) para nós. É importante entender como começar. Se você começar fazendo as boas obras a fim de conseguir uma posição correta diante de Deus, então você perdeu o propósito. Você sempre irá terminar com a condenação porque você está tentando alcançar a justiça pelas obras, o que é impossível. Contudo, se você sabe que, por causa da obra do Senhor Jesus Cristo e sua fé Nele, você passou a ser justo e salvo e que tudo isso foi concedido a você como presentes (pela graça), então quando você crê, você pode ir adiante e fazer as obras que Deus preparou para você. Estas obras são então, não o que significa seu relacionamento com Deus, mas o fruto desta relação. E Deus quer que nós demos muitos frutos a Ele. Como disse o Senhor em João 15:8:

“Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.”

Efésios 2:8-10 resume a relação da graça e obras muito bem:

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.”

Embora, nós não sejamos salvos pelas obras, somos criados em Cristo Jesus para as boas obras, que Deus preparou para que nós andássemos nelas. Para dizer isto diferente, embora as obras não precedam nossa salvação, elas devem definitivamente segui-la! Como cristãos professos, espera-se que vivamos e andemos como cristãos, fazendo o que a Palavra de Deus diz e caminhando nas boas obras que Deus preparou para nós.

Portanto, para concluir: a salvação é pela graça através da fé. Não é de obras! Por outro lado, o fato de que nós antes acreditávamos assim não é o fim. Nós devemos seguir em frente e procurar encontrar e fazer o que Deus preparou para nós, dando muitos frutos para o nosso Senhor. Como ele disse “cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto.” (Lucas 6:44). Tiago vai ainda mais longe dizendo “a fé sem obras é morta.” (Tiago 2:26). O fruto das nossas vidas prova, portanto, se nossa fé é uma fé verdadeira ou uma fé morta (apenas uma confissão feita de vez em quando, em algum lugar). Para dizer isso diferentemente: você está salvo? Se sim, então caminhe como salvo! Efésios 5:8, 10-11 nos encoraja:

“Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz... Aprovando o que é agradável ao Senhor. E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas”

Anastasios Kioulachoglou