Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Dízimo, doação e o Novo Testamento: uma introdução (PDF) Edição em PDF

Dízimo, doação e o Novo Testamento: uma introdução

O dízimo é um tópico conflitante, talvez parcialmente porque o que quer que se relacione a dinheiro tem o potencial de se tornar conflitante. Eu gostaria de aproveitar a oportunidade para rever este tópico junto com o tópico da doação em geral. É o dízimo para os dias de hoje? É o dízimo válido na era do Novo Testamento, na era da graça na qual vivemos, ou ele é obsoleto? O que o Novo Testamento diz sobre a doação? Começando da primeira questão, olhando para o que é ensinado hoje do púlpito da maior parte das igrejas poder-se-ia facilmente concluir que o dízimo é um princípio a ser aplicado hoje. Isto é algo tão estabelecido na ordem eclesiástica e no pensamento que nós não mais ouvimos sobre presentes e doadores, mas sobre dízimos e contribuintes.

Tão bem estabelecido quanto esta visão possa parecer, existe, nas mentes dos muitos crentes comuns, uma discrepância entre o que eles frequentemente ouvem do púlpito e o que eles veem no Novo Testamento. No Novo Testamento não há simplesmente nada mencionado sobre o dízimo, como não há nada mencionado sobre os touros em sacrifício, ou seguindo outras leis e práticas semelhantes do Velho Testamento. Pelo menos nada é mencionado no sentido de manter e continuar com isso. O que o Novo Testamento fala é sobre os doadores, presentes livres e apoio aos santos pobres através destes presentes dados de forma feliz e voluntária. Mas vamos dar uma olhada nestas questões de forma mais detalhada.

 

Anastasios Kioulachoglou