Verdades Bíblicas
Inscreva-se

Barrabás: quem foi ele? (PDF) Edição em PDF

Barrabás: quem foi ele?

Nós ouvimos seu nome muitas vezes e o vimos em filmes relacionados à vida de Jesus. Quando nestes filmes a cena da crucificação surge, aqui ele está junto de Jesus. Seu nome é Barrabás. Barrabás foi um criminoso, responsável por insurgência, assassinato e roubo. Ele era um assassino. Essa é a forma como Pedro o chama em Atos 3:14. A penalidade para suas ações foi a morte. O nome Barrabás é composto de “Bar”, que significa filho, e “abass”, que significa pai. Ele era “filho de um pai”, i.e., um filho de alguém. Aqui ele, portanto, está junto com Jesus diante de Pilatos. De um lado o inocente, Jesus Cristo, o filho de Deus. Nenhum mal foi encontrado nele. Ele caminhou fazendo o bem e curando as pessoas. E ainda ele está na fila da morte. Do outro lado um assassino, um criminoso que foi condenado à morte. Um dos dois irá para a cruz, e Barrabás tem todas as razões para estar lá. A cruz é seu fim normal. Mas vamos ler a passagem relativa em Lucas 23:13-25:

Lucas 23:13-25
“E, convocando Pilatos os principais dos sacerdotes, e os magistrados, e o povo, disse-lhes [falando sobre Jesus]: Haveis-me apresentado este homem como pervertedor do povo; e eis que, examinando-o na vossa presença, nenhuma culpa, das de que o acusais, acho neste homem. Nem mesmo Herodes, porque a ele vos remeti, e eis que não tem feito coisa alguma digna de morte. Castigá-lo-ei, pois, e soltá-lo-ei. E era-lhe necessário soltar-lhes um pela festa. Mas toda a multidão clamou a uma, dizendo: Fora daqui com este, e solta-nos Barrabás. O qual fora lançado na prisão por causa de uma sedição feita na cidade, e de um homicídio. Falou, pois, outra vez Pilatos, querendo soltar a Jesus. Mas eles clamavam em contrário, dizendo: Crucifica-o, crucifica-o. Então ele, pela terceira vez, lhes disse: Mas que mal fez este? Não acho nele culpa alguma de morte. Castigá-lo-ei, pois, e soltá-lo-ei. Mas eles instavam com grandes gritos, pedindo que fosse crucificado. E os seus gritos, e os dos principais dos sacerdotes, redobravam. Então Pilatos julgou que devia fazer o que eles pediam. E soltou-lhes o que fora lançado na prisão por uma sedição e homicídio, que era o que pediam; mas entregou Jesus à vontade deles.”

Jesus foi encaminhado para ser crucificado e Barrabás foi libertado! O inocente foi para a cruz, em vez do culpado. Mas de uma forma ou de outra, quem é Barrabás? Eu lhes direi. Ele é eu e você. Na pessoa de Barrabás nós somos todos nós. Todos "pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23). Todos nós fomos condenados. Todos nós mereceríamos ir para a cruz. Mas lá vem Jesus Cristo, o cordeiro inocente, o cordeiro de Deus, e Ele toma o lugar de Barrabás. Barrabás agora está livre. Eu e você fomos liberados e estamos livres agora! Veja como a Palavra diz em Efésios 2:1-10:

Efésios 2:1-10
E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. “Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus. Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.”

Nós estávamos mortos em ofensas e pecados e Deus nos vivificou em Cristo! Ele nos deu nova vida! Eu acredito que Deus envolveu o assassino Barrabás na cena de crucificação para demonstrar seu amor: A vida de Barrabás foi salva pela morte de Jesus Cristo. Ele foi destinado à morte, justamente como eu e você estávamos mortos em pecados e ofensas. A cruz foi feita por ele! Embora sua vida estivesse disponível pelo sacrifício do Senhor Jesus Cristo. Se Jesus não tivesse sido “obediente até a morte, e morte de cruz” (Filipenses 2:8) Barrabás seria morto naquele dia. Similarmente, é através desta obediência de Jesus Cristo e do amor do Pai que você e eu, uma vez que acreditamos em Jesus Cristo como Senhor e Filho de Deus, fomos tornados vivos. De filhos da ira nós nos tornamos filhos de Deus.

Gálatas 3:26
“Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.”

De escravos do pecado, membros do reino de Seu querido Filho:

Colossenses 1:12-14
“Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz; O qual tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados.”

Eu não sei o que aconteceu a Barrabás. Mas eu sei de uma coisa: na próxima vez que eu ler as passagens da crucificação ou vê-las representadas, eu saberei que eu era igual a ele, morto em ofensas e pecados, destinado à cruz, e exatamente como ele eu fui solto e libertado pelo sacrifício de Jesus cristo que tomou na cruz não somente o lugar de Barrabás, mas também o nosso.

Anastasios Kioulachoglou